10 mandamentos para o romance policial, por Raymond Chandler

10 mandamentos para o romance policial, por Raymond Chandler

Raymond Chandler (1888 – 1956), romancista e roteirista de sucesso, dito o mestre dos romances policiais por muitos, teve uma tremenda influência no gênero, não só no estilo de escrita mas também nas atitudes que geralmente são esperadas pelos leitores deste gênero. Quem não se lembra do famoso Philip Marlowe, no livro The Big Sleep (O sono eterno), por exemplo, e que reapareceu em mais 6 romances do escritor: “A Dama do Lago”, “Adeus Minha Adorada”, “Janela para a Morte”, “O Longo Adeus”, “A Irmãzinha” e “Para sempre ou nunca mais”.

Tão influente foi Raymond Chandler que no conto “Mandrake”, de Rubem Fonseca, uma das últimas frases de Mandrake é: Adeus, minha querida, longo adeus. Para quem já leu Rubem Fonseca fica óbvia a influência que Raymond Chandler teve sobre ele também em outras obras.

Abaixo seguem os 10 mandamentos para o romance policial do mestre do gênero.

10 mandamentos para o romance policial, por Raymond Chandler

1. Deve ser escrito de maneira credível, tanto no decorrer quanto no desenlace.

2. Deve ser tecnicamente correto quanto aos métodos de assassinato e detecção.

3. Deve ser realista em caráter, ambiente e atmosfera. Deve ser sobre pessoas reais em um mundo real.

4. Deve ter uma estória além do elemento mistério; ou seja, a investigação em si deve ser uma aventura que vale a pena ler.

5. Deve ser simples o suficiente para ser explicado facilmente quando chegar o momento do desfecho.

6. Deve despistar um leitor razoavelmente inteligente.

7. A solução deve parecer inevitável uma vez revelada.

8. Não deve tentar ser tudo de uma vez. Se é uma história de quebra-cabeças que opera em uma atmosfera bastante fria e razoável, também não pode ser uma aventura violenta ou um romance apaixonado.

9. Deve punir o criminoso de uma maneira ou de outra, não necessariamente pela aplicação da lei. Se o detetive não resolver as consequências do crime, a história é um acorde desafinado e deixará irritação (no leitor).

10. Deve ser honesto com o leitor.

Para mais informações sobre Raymond Chandler, visite sua página no Wikipédia.
Para comprar livros deste autor, visite Estante Cultural.

Patricia
escrito por
Patricia

Deixe sua opinião