Very Nice, de Marcy Dermansky (resenha)

Very Nice, de Marcy Dermansky (resenha)

Ao ler a sinopse de Very Nice, de Marcy Dermansky, a impressão que tive foi de ser o tipo de livro para ler nas férias de verão: leve, engraçado e quase como uma boa fofoca contata por nossa melhor amiga.

Capa do livro Very Nice, de Marcy Dermansky

O enredo com certeza promete: um triângulo amoroso que envolve a jovem estudante Rachel Klein, seu professor de literatura Zahid Azzam e sua mãe Becca Klein, tendo como pano de fundo uma pacata e milionária cidadezinha de Connecticut.

Ainda acompanhamos Jonathan Klein -pai de Rachel e marido de Becca- e sua nova namorada Mandy; e Khloe, uma analista financeira que trabalha para Jonathan e que por acaso esta subletando o apartamento de Zahid no Brooklyn.

O livro se desenrola com a narração de cada um destes personagens sob seu próprio ponto de vista, logo nós experimentamos tudo pelo angulo deles, o que eu achei uma boa sacada da escritora, pois vemos, entre outras coisas, o quanto eles estão se iludindo.

O enredo tem humor e uma pitada de crítica social, mas nada que faça a gente revirar os olhos. Os personagens foram bem bolados e eu achei o livro tão viciante que devorei em poucos dias.

Very Nice é um livro um pouco frívolo? Sim, mas bom o suficiente para ser uma gostosa leitura de férias. Com certeza vou procurar outros livros desta autora. E de quebra a capa é sensacional!

Para saber mais sobre este autor, visite o site oficial.
Para comprar livros deste autor, visite Amazon ou Livraria Saraiva.

Patricia
escrito por
Patricia

Deixe sua opinião